segunda-feira, 30 de maio de 2011

Capítulo IV

Pré-leitura
Vocês emagreceram, tão mais bonitos (kkk). Brincadeira uma minicrítica para mim mesmo. 
Eu deveria estar estudando e não escrevendo. Eu imaginei isso ontem. 
Não mintam para mim. Eu sei que vocês não demoram nem 5 minutos para ler esses capítulos que eu posto toda a semana. E ler coisas desse tipo como histórias, notícias etc... não é perda de tempo. É um investimento para seu futuro. Se todos tirassem pelo menos meia hora por dia para ler nosso país estaria muito melhor em termos de educação, comunicação, em níveis intelectuais etc. O primeiro passo eu lhe ajudo a dar. Então tire toda semana para ler 5 minutinhos isso aqui. Quando você vê já vai estar apaixonado(a) pela leitura. 

Capítulo IV
Hora do estudo

Nesse dia à tarde, Rodrigo tinha combinado com um amigo da faculdade. Que eu e fosse até sua casa lhe ajudar a estudar. O menino não era gordo apesar de seu apelido Gordinho, mas também não era malhado como Rodrigo. Ele tinha uma leve barriga. Após o almoço quando deu a primeira hora, o menino chegou no condomínio onde Rodrigo morava. O jovem Gordinho cujo nome era Renan estava com uns cadernos debaixo do braço. Rodrigo abriu a porta do apartamento quando  Renan entrou e falou:
 ( G=Gordinho )
G – eai
R – eai
G – vamos começar a estudar?
R – putZzz, já ?
G – é ue
R – tá bom
G – onde que você estuda ?
R – não tem um lugar certo. Às vezes na frente do computador, às vezes na mesa do almoço, às vezes lá no pátio do condomínio, depende.
G – e você quer tirra nota boa?
R – o que tem?
G – você precisa de um tempo e um lugar reservado para os estudos. E os únicos dias que você pode ser liberado desse tempo é nos finais de semana. E olhe lá se pode.
R – não tô gostando
G – aonde você sugere que a gente estude?
R – no computador não pode né ?
G – pode... pode, mas você tem que prestar atenção pra não cair na tentação de fica na internet. Eu por exemplo, se ficar na frente de um computador não consigo me concentrar.
R – tem um espaço aqui no meu apartamento que eu uso como biblioteca. Vem comigo.
Rodrigo seguiu por um corredor e Gordinho logo atrás. No final tinha uma porta de madeira, com sua cor natural, marrom claro com algumas listras em uma tonalidade mais escura. Logicamente no corredor tinha mais portas, mas essa do final era mais imponente. Rodrigo seguiu até essa porta marrom e a abriu-a,  uma luminosidade entrou no corredor.
Era uma sala pequena, mas com uma enorme janela de vidro. Parecia projetada para ser uma biblioteca ou escritório ou algo assim. Gordinho ao entrar solto um: - Uau!
A sala tinha estantes cheias de livros. E uma mesa perto da única parede sem estantes que é onde tinha uma janela. A mesa da sala segurava um notebook que Rodrigo pegou e falou:
R – vou guardar isso e pegar o material de estudo
E assim ele fez. Depois Rodrigo voltou à sala com uma cadeira de material parecida maciço. E na outra mão ele segurava uma mochila. Gordinho que admirava a coleção de livros viu e foi ajudá-lo, tentando pegar a cadeira. Que o gordinho já havia suposto ser para ele, já que a mesa da sala abrigava outra cadeira. Gordinho achou a cadeira pesada. Teve que segurá-la com as duas mãos, então ele se expressou em relação a isso:
G – putzz você é forte hem! conseguir segurar essa cadeira com uma mão só.
R – é você nem imagina o quanto. Vamos começar?
Gordinho abriu o caderno, Rodrigo também. Fazendo uma conta aqui. Decorando o nome de uma rocha ali. Gordinho se expressou em relação ao que parecia um hábito de Rodrigo.
G – por que sempre que acaba a ponta do seu grafite você tira e coloca o grafite novamente?
R  - Aaa... é porque essa lapiseira gosta de me tirar. Sempre que eu aperto o botão pro grafite descer ela quebra o grafite.
G – então essa lapiseira tá estragada. Você tem que comprar outra!
Rodrigo olhou pro Gordinho. Levantou a lapiseira e falou:
R – você sabe quanto custa esta lapiseira?
Gordinho levantou a sua lapiseira e falou:
G – bem a minha lapiseira custa R$ 1,50 e escreve muito bem, e a sua?
Rodrigo não teve como protestar diante disso.

...

Rodrigo e o Gordinho entraram em uma livraria que tinha na frente do prédio de Rodrigo. E uma vendedora veio atendê-los. Ela era de cor natural do Brasil, (nem branca nem negra) tinha cabelos castanhos com luzes em algumas partes do cabelo. A moça não parecia ter mais de 20 anos. Então ela chegou e falo: ( L= Lívia=vendedora )
L – posso ajudá-los em alguma coisa
R – lógico qual o seu nome ?
L – Lívia
R – legal meu nome é Rodrigo gostaria de ver as lapiseiras que vocês tem.
L – por aqui, fazendo favor.
Lívia foi até onde tinha uns porta lápis, mas que estava cheio de lapiseiras de diferentes cores, marca, modelo e preço. Ela mostrava alguns modelos e falava a cor que tinha. Rodrigo interessou-se por uma que custava R$ 15. Mais Gordinho falou pra ele levar uma outra de R$ 1,20. Rodrigo como não queria discutir resolveu levar os dois. E mais uma caixa de grafite. Rodrigo pagou no caixa, enquanto a vendedora enrolava as duas lapiseira mais a caixa de grafite em um papel.
Rodrigo e o Gordinho voltavam para o condomínio quando o Gordinho falou:
G – a vendedora estava a fim de você
Rodrigo rasgou o papel que estava a lapiseira, tirou-as e mostrou a parte interna do papel para o Gordinho falando:
R – será ?
Gordinho viu escrito: - Líviae o número do telefone dela.

Pós-leitura
É agora que Facewitter vai fazer a grande proposta para Rodrigo. Será que Rodrigo vai topar e se expor publicamente para o Brasil  ou é demais para essa amizade? Quem será o roteirista do canal? Será que o Gordinho vai ter alguma coisa a ver com esse canal?
No próximo capítulo as respondas dessas perguntas.
Não percam.
Obrigado pela leitura, espero vocês no próximo capítulo.

Escrito por: (Felipe Oliveira Guimarães.)

3 comentários:

  1. Olá, parabéns pelo blog, to seguindo.

    Quando puder segue lá também:

    http://www.interessediario.blogspot.com

    Valeu!! Ah, tenho uma dica, vale apena conferir:

    Ganhe dinheiro fazendo buscas no Wibi
    *Para começar você ganha R$ 10,00 para utilizar o buscador.
    *Cada busca no WiBi é contabilizada e se você atingir o mínimo de R$ 100,00, já pode receber o seu pagamento.
    *Quanto mais pessoas indicar, mais você ganha
    *Cada pesquisa válida vale R$ 0,02 (dois centavos) e você acumula quando seu indicado ou você buscar
    *É real viu, basta se cadastrar: http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=93296
    Valeu, aguardo você lá!!

    ResponderExcluir